Códice Azcatitlan

Descrição

Este manuscrito, conhecido como Códice Azcatitlan, data provavelmente de apenas alguns anos após a chegada dos espanhóis no México. Ele relata a história dos astecas (também conhecidos como mexicas), incluindo sua migração de Aztlán, o antigo ou lendário berço da civilização asteca, para Tenochtitlán (precursora da atual Cidade do México). O códice retrata a sucessão de governantes astecas, a chegada de tropas espanholas chefiadas por Hernán Cortés e a introdução do cristianismo. De todos os manuscritos conhecidos que recontam a história asteca, o Códice Azcatitlan é provavelmente o mais valioso e importante. Em contraste com outras histórias escritas no final do período colonial, o códice é conhecido pela forma singular em que registra memórias indígenas do passado pré-hispânico. Como outros códices astecas, está escrito em pictogramas, que foram cuidadosamente elaborados por um escriba de notável habilidade. O códice foi copiado em 25 fólios de papel importado da Europa para o México no século XVI. Para facilitar a leitura, cada episódio na história é apresentado em um fólio duplo. No primeiro fólio, o autor introduz um grupo de pessoas que os pesquisadores ainda não identificaram, podendo ser tlatoanis, ou governantes mesoamericanos de alto nível ou chefes de Estado. Do fólio 2 ao fólio 25, o escriba descreve a migração das tribos mexicas para a terra prometida de Tenochtitlán.

Data de Criação

Data do Assunto

Tipo de Item

Descrição Física

25 fólios: papel europeu; 210 x 280 milímetros

Observações

  • O fólio 1 foi encadernado incorretamente; o fólio 1 verso atual deveria ser encadernado no 1 reto. Está faltando pelo menos um fólio entre os fólios 4 e 5, 22 e 23, e 23 e 24.

Referências

  1. Dana Leibsohn, Review of Codex Azcatitlan, Vols. 1 and 2, by Robert H. Barlow, revised and updated by Michel Graulich, Ethnohistory 44, no. 3 (summer, 1997): 566−67.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 7 de julho de 2015