Dicas na ciência da interpretação dos sonhos

Descrição

Ghars al-Din Khalil Ibn Shahin al-Zahiri nasceu em 1410 ou 1411, provavelmente em Jerusalém (ou talvez Cairo). Seu pai era um mameluco do primeiro sultão Burji (al-Malik al-Zahir) Sayf al-Din Barquq, de quem o nisba (nome que indica proveniência) al-Zahiri se deriva. Ghars al-Din Khalil estudou no Cairo e, debaixo do governo dos sultões mamelucos Barsbay e Jaqmaq, alcançou uma notável carreira como administrador, servindo no Cairo (como vizir), bem como em Alexandria, Karak, Safed e Aleppo (como nazir, ou supervisor). Al-Ishārāt fī ʻilm al-ʻibārāt(Dicas na ciência da interpretação dos sonhos) é dividido em 80 capítulos sobre visões de Deus, o Todo Poderoso. Alguns exemplos são: Allāh taʻālā wa al-ʻarsh wa al-kursī (O trono e o poder de Deus), no capítulo um; al-Malā’ika wa al-waḥy wa al-samāwāt wa al-aflāk (Sobre os anjos, a revelação e os céus), no capítulo dois; al-Saḥāb wa al-maṭar wa al-thulj (Sobre nuvens, chuva e neve), no capítulo cinco; al-Anibīyā’ wa al-āl wa al-ṣahāba wa al-tābiʻīn wa al-khulafa’ wa ansābihim (Sobre os profetas, seus familiares, companheiros e aqueles que os seguiram, e sobre os califas e seus parentes), no capítulo sete; Iblīs wa al-shayātīn wa al-jinn wa al-kahāna wa al-siḥr (Sobre satanás, espíritos e demônios, e adivinhação e feitiçaria), no capítulo 79; e Nawādir yataʻayyan bihā al-insān ʻalā al-tauba (Sobre as maravilhas pelas quais o homem [é conduzido] ao arrependimento), no capítulo 80. Na introdução do seu livro, Ghars al-Din aplica grandes esforços para ajustar sua obra dentro do sistema da lei xariá, citando o Alcorão (34:14) e diversos exemplos da literatura hadith, proporcionando assim uma lista de livros sobre os quais sua obra se baseia. Prolífico autor e poeta, Ghars al-Din escreveu cerca de 30 obras, das quais a mais célebre é provavelmente Kashf al-mamālik wa bayān al-ṭuruq wa al-masālik (Exploração dos reinos e explicação de estradas e caminhos), escrita por volta de 1453, na qual fornece um retrato vívido do Egito governado pelos mamelucos. Infelizmente, essa obra sobreviveu apenas em sua forma abreviada, Zubdat kashf al-mamālik (Seleções de Kashf al-mamālik). Ele faleceu em 1468 ou 1469, em Trípoli.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

الاشارات في علم العبارات

Tipo de Item

Instituição

Referências

  1. A.Z. Iskandar, A Catalogue of Arabic Manuscripts on Medicine and Science in the Wellcome Historical Medical Library (London: Wellcome Historical Medical Library, 1967).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 9 de agosto de 2017