Atlas portulano dedicado a Hieronymus Ruffault, abade de Saint Vaast e Saint Adrian

Descrição

Battista Agnese, um dos cartógrafos mais importantes da Renascença italiana, nasceu em Gênova. Ele trabalhou em Veneza entre 1536 e 1564, e por volta de 1544 criou este suntuoso e caprichado atlas desenhado à mão com pena e aquarela, com iluminura dourada e prata em velino. O atlas reflete o conhecimento geográfico mais atual da época, obtido principalmente de viagens de exploradores espanhóis e portugueses na primeira metade do século XVI. Apenas 50 anos depois da histórica viagem de Colombo em 1492, novas informações baseadas em observações diretas estavam mudando rapidamente a imagem europeia do mundo. Os mapas um, dois e dez no atlas mostram as Américas. O mapa um mostra o Golfo da Califórnia, descoberto por Francisco de Ulloa em 1539, Yucatan como uma ilha, e segmentos parciais da costa leste e oeste da América do Sul. O mapa dois mostra toda a costa do Atlântico e partes da costa do Pacífico da América do Norte e Sul. O sistema fluvial na América do Sul sugere fortemente que o Brasil seja uma ilha. O mapa dez é um mapa do mundo oval que delineia a rota de circum-navegação de Fernão de Magalhães e as rotas das frotas espanholas em busca de ouro do Peru para a Espanha, com passagens pelo Istmo do Panamá. Nas nuvens azuis e douradas que cercam o mundo oval estão querubins, ou cabeças de vento, que representam os clássicos 12 pontos cardeais, que deram origem às atuais direções da bússola. Uma versão desse mapa do mundo aparece em cada um dos 71 atlas sobreviventes de Battista Agnese. Os mapas dois e dez incluem o que aparece entre as primeiras descrições do Panamá, e o nove mostra a costa do Mediterrâneo. O atlas, que também inclui uma esfera armilar e uma carta do zodíaco finamente desenhado, foi preparado e dedicado a Hieronimus Ruffault, cujo brasão de armas faceia a dedicação. Ruffault foi um abade do mosteiro beneditino de Saint Vaast e Saint Adrian em Arras, cidade francesa de origem galo-romana.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

Manuscrito: pena e aquarela, em velino; 21 x 29 centímetros

Referências

  1. Library of Congress, American Memory, “Agnese Atlas” http://memory.loc.gov/ammem/gmdhtml/gnrlagn.html.
  2. Library of Congress, The Luso-Hispanic World in Maps, http://www.loc.gov/rr/geogmap/luso/atlases.html.
  3. Ristow, Walter W. and R.A. Skelton, Nautical Charts on Vellum in the Library of Congress (Washington: Library of Congress, 1977).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 25 de junho de 2015