Der Freischütz

Descrição

A ópera de Carl Maria von Weber Der Freyschütz (1820, hoje chamada de Der Freischütz, literalmente “O franco atirador”), é, em muitos aspectos, a prototípica ópera romântica alemã. Foi apostrofada como a “primeira ópera nacional alemã” mesmo durante a vida do compositor. Weber compôs a ópera em Dresden durante os anos de 1817 a 1820; a jubilante e aclamada estreia ocorreu em Berlim no dia 18 de junho de 1821, e consolidou sua fama nacional e internacional. O enredo se baseia numa história de Das Gespensterbuch (O livro dos fantasmas), de Johann August Apel e Friedrich Laun, uma coleção de contos populares e histórias de fantasmas publicada em 1810. O ponto culminante da ópera é a famosa cena do Vale do lobo, em que todos os tipos de aparições sobrenaturais acompanham, durante a noite, o elenco de balas mágicas do jovem caçador Max, que espera com a ajuda delas vencer seu rival numa competição de tiro. Em 1851, a viúva de Weber presenteou a partitura autografada ao rei da Prússia, Frederico Guilherme IV, que o entregou ao que até então era a Biblioteca Real (atual Biblioteca Estadual de Berlim). Ao adquirir a coleção de Weber de Friedrich Wilhelm Jähns em 1881, grande parte do espólio de Weber mantido anteriormente sob custódia da família, a Biblioteca Estadual de Berlim passou a ter a coleção mais extensa e importante de fontes primárias produzidas por e sobre Carl Maria von Weber.

Última Atualização: 8 de julho de 2015