Guerra no ar: a façanha de Pegoud

Descrição

Esta impressão, que mostra um avião atacando um trem e tropas no chão, faz parte da coleção de pôsteres em estilo lubok da Primeira Guerra Mundial, conservada na Biblioteca Britânica. A legenda descreve: “Pegoud, um famoso aviador francês, fez dois voos magníficos sobre o território alemão, alcançando quase 300 verstas país adentro. Seu avião tinha uma cabina aberta, e seu atirador se chamava Monteignet. Durante um voo de reconhecimento sobre a localização do exército alemão, Pegoud e Monteignet lançaram várias granadas e bombas incendiárias e dispararam dois projéteis de um canhão de 45 milímetros. Eles conseguiram explodir dois trens que transportavam tropas. Os alemães não paravam de atiraram do chão contra os bravos pilotos, mesmo assim Pegoud e Monteignet reduziram sua altitude para menos de 1.300 metros. O avião carregava carabinas, além dos projéteis; somando a carga, a aeronave pesava cerca de 23 poods”. Lubok é uma palavra russa para impressões populares criadas a partir de gravuras, xilogravuras, águas-fortes ou, mais tarde, litografia. As impressões muitas vezes se caracterizavam por simples ilustrações coloridas que retratavam uma narrativa, e também podiam incluir textos. Lubok ganhou popularidade na Rússia a partir do final do século XVII. Geralmente com narrativas de acontecimentos históricos, literaturas ou contos religiosos, as impressões eram usadas para levar essas histórias a pessoas analfabetas. Além da sua expressividade, as impressões tinham tons bem diversificados, variando de comentários bem-humorados a instrutivos, passando por assuntos políticos afiados a temas sociais. As imagens eram claras e de fácil compreensão, e algumas foram publicadas em série, antecessoras da moderna história em quadrinhos. Devido ao baixo custo de sua reprodução, as impressões eram, portanto, uma forma que as massas tinham para mostrar arte em casa. No começo, esse estilo artístico não foi levado a sério pelas classes mais altas, mas até o final do século XIX, o estilo lubok ficou tão bem-conceituado que inspirou artistas profissionais. Durante a Primeira Guerra Mundial, o estilo informou os russos sobre os eventos na linha de frente, reforçou o moral e serviu como propaganda contra combatentes inimigos.

Última Atualização: 11 de setembro de 2017