Nona Sinfonia de Beethoven em D menor, opus 125

Descrição

Nenhuma outra composição sinfônica encontrou uma recepção tão ampla e complexa como a Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven em D menor, opus 125, popularmente conhecida como a Sinfonia Coral. A obra marcou um importante desenvolvimento na música do século XIX. No final, Beethoven transforma em música o poema An die Freude (Ode à alegria), do poeta alemão Friedrich von Schiller, a primeira vez que a voz humana é incluída numa obra sinfônica. A sinfonia foi apresentada pela primeira vez em Viena em 7 de maio de 1824. Desde então sua influência se estende muito além do campo musical. A obra tem inspirado poetas, escritores e artistas visuais, provocando argumentos e discussões estéticos e filosóficos. Acima de tudo, a sinfonia tem sempre declarado às pessoas de boa vontade sua mensagem de alegria e fraternidade global da humanidade. Entre os compositores influenciados pela obra estão Schubert, Berlioz, Brahms, Wagner, Bruckner, Mahler e muitos outros. A partitura autografada da Nona Sinfonia de Beethoven é mantida, quase em sua totalidade, no departamento de música da Biblioteca Estadual de Berlim – Fundação do Patrimônio Cultural Prussiano. Algumas folhas da partitura removidas no século XIX são mantidas no Beethoven-Haus em Bonn e na Biblioteca Nacional da França, em Paris. Em 2001 a trilha sonora original da sinfonia passou a fazer parte do Registro da Memória do Mundo da UNESCO, juntando-se a outros importantes monumentos do patrimônio espiritual da humanidade.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Sinfonie No. 9

Tipo de Item

Descrição Física

137 folhas, 150 páginas

Observações

  • Conteúdo: [Primeiro movimento] Allegro ma non troppo e un poco maestoso (exceto compassos 255 a 259) [autogr. 2, f. 1r-49v]; [Segundo movimento] Molto vivace [autogr. 2, f. 50r-91v]; Trio. Presto; [Terceiro movimento] Adagio molto e cantabile [autogr. 2, f. 92r-115v]; [Quarto movimento]; Presto - Allegro assai - Recitativo [Compassos 1 a 240; Artaria 204 (1)]; Presto; Allegro assai; Presto; [recitativo] O Freunde, nicht diese Töne; Allegro assai: Freude, schöner Götterfunken [Compassos 241 a 330; Artaria 204 (2)]; Allegro assai vivace. Alla marcia: Froh, wie seine Sonnen fliegen [Compassos 331 a 342, 375 a 594; autogr. 2, f. 116r a 136v]; Andante maestoso: Seid umschlungen, Millionen [Compassos 595 a 649; Artaria 204 (3a, S. 67 a 76)]; Allegro energico e sempre ben marcato: Freude, schöner Götterfunken / Seid umschlungen [Compassos 655 a 698; Artaria 204 (3a), S. 77 a 84]; Allegro energico e sempre ben marcato (Forts.) [Compassos 699 a 762; Artaria 204 (3b)]; Allegro ma non tanto - Presto - Maestoso - Prestissimo [Compassos 763 a 813, 822 a 904; Artaria 204 (4)]; Allegro ma non tanto: Tochter, Tochter aus Elysium; Presto: Seid umschlungen, Millionen!; Maestoso: Tochter aus Elysium; Prestissimo; nachkomponierte Takte 255-258 zum 1. Satz [Artaria 204 (6)]; Partiturentwurf zum 4. Satz [Artaria 204 (7)]; Kontrafagott-Stimme zum 4. Satz [Artaria 204 (5)].
  • Código: Mus.ms.autogr. Beethoven, L. v. 2; Mus.ms.autogr. Beethoven, L. v., Artaria 204

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 20 de novembro de 2015