Turquestão. Ásia em dez fólios. Fólio II

Descrição

Este mapa de 1909 cobre o Turquestão, ou os domínios da Rússia na Ásia Central, junto com regiões adjacentes na Pérsia, no Afeganistão, na Índia Britânica e na China. A Rússia havia adquirido suas vastas propriedades na Ásia Central, incluindo os protetorados de Khiva e Bukhara, na segunda metade do século anterior. O mapa mostra Bokhara como a capital do estado do Turquestão, e Tashkent, atual capital do Uzbequistão, como a sede do governo. Este é o segundo mapa de uma série de dez publicada pela Hachette no início da década de 1900, como parte do Atlas Universel (Atlas mundial), de Louis Vivien de Saint-Martin e Franz Schrader. Os outros mapas na série são: 1 – Ásia Menor e Cáucaso; 3 – Mongólia; 4 – Japão, Coreia e Manchúria; 5 – Arábia; 6 – Pérsia, Afeganistão e noroeste da Índia; 7 – Nordeste da Índia e Tibete; 8 – China; 9 – Sul da Índia; e 10 – Indochina. Um dos contribuintes para o mapa é David Alexandrovich Aïtoff (de 1854 a 1933), inventor da projeção Aïtoff na cartografia, publicando sua formulação pela primeira vez num artigo intitulado “Projections des cartes géographiques”, que apareceu no Atlas de géographie moderne em 1889. O mapa inclui um glossário de termos russos e turcos. A Sociedade Geográfica Americana o emprestou para a Conferência de Paz de Paris de 1918-1919, realizada para elaborar tratados de paz após a Primeira Guerra Mundial.

Última Atualização: 11 de setembro de 2017