Cabeça de Cenoura

Descrição

Poil de carotte (Cabeça de Cenoura) é uma coleção de curtas cenas que narram a vida diária de um menino ruivo cuja mãe continuamente o humilha e irrita, e para quem os outros membros da família são indiferentes. Essa hostilidade materna, fonte que o autor não explica, às vezes faz com que Cabeça de Cenoura seja cruel (especialmente com os animais), e não consiga expressar seu desejo por amor e reconhecimento, vivendo uma vida de solidão e amargura. O tom do romance é curto, duro e às vezes irônico. Não há narração estruturada e os personagens e as situações não se desenvolvem. Em vez disso, várias cenas ilustram momentos, criam uma atmosfera e retratam o cotidiano de uma família na zona rural. O autor, Jules Renard (de 1864 a 1910), explicou que seu romance poderia “facilmente ser reduzido ou aumentado”. A primeira publicação da obra ocorreu em 1894, junto com 43 contos (dos quais alguns já haviam sido publicados em 1890). A edição de 1902, que apresentamos aqui, é a edição final. Sua ilustração foi feita por Félix Valloton (de 1865 a 1925), e inclui cinco histórias adicionais, bem como o Album de Poil-de-Carotte (Álbum do Cabeça de Cenoura). Em 1900 Renard adaptou sua história para o teatro. O livro se tornou um clássico da literatura francesa e Cabeça de Cenoura o emblema da criança não amada, embora não abusada fisicamente.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

E. Flammarion, Paris

Idioma

Título no Idioma Original

Poil de carotte

Lugar

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

326 páginas; 19,5 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 8 de julho de 2015