A derrota do exército austríaco perto de L’viv

Descrição

Esta gravura, que mostra uma batalha entre os exércitos russo e austríaco perto de L’viv (na atual Ucrânia; naquela época cidade de Lemberg, na Áustria-Hungria), faz parte da coleção de pôsteres em estilo lubok da Primeira Guerra Mundial, conservada na Biblioteca Britânica. A legenda descreve: “De acordo com o quartel-general do comandante-em-chefe, depois de uma batalha de sete dias, nosso exército tomou posições avançadas e altamente fortificadas perto de L’viv, de 15 a 20 verstas ao leste da cidade, e se aproximou dos principais fortes de L’viv. Após uma intensa luta em 19 de agosto, os austríacos fugiram em desordem, deixando para trás armas leves e pesadas, materiais de artilharia e cozinhas de campanha. Nossas tropas de vanguarda e cavalaria perseguiram o inimigo, que sofreu grandes perdas com mortos, feridos ou presos. As forças austríacas dedicadas à frente de L’viv eram formadas pela 3ª, 11ª e 12ª divisões e partes da 7ª e 14ª divisões. A frente parece estar completamente rompida. Durante sua retirada de Hnyla Lypa, o inimigo foi obrigado a abandonar mais 31 armas. Nossas tropas encontraram todas as estradas cheias de materiais de artilharia, carros e outras cargas. O número total de armas capturadas na área de L’viv é de aproximadamente 150 armas”. No canto inferior esquerdo da imagem aparece “№ 20”, o que significa que até o momento em que essa impressão foi publicada, essa gráfica havia produzido 20 imagens em estilo lubok relacionadas à guerra. Esta imagem, como muitas outras na coleção, foi impressa na gráfica de Ivan Sytin (de 1851 a 1934), em Moscou. Por volta da década de 1880, Sytin tinha se tornado o editor mais popular e bem-sucedido de imagens em estilo lubok na Rússia. Ele também publicou livros populares baratos para trabalhadores e camponeses, livros didáticos, e literatura para crianças. A qualidade dessa impressão é muito melhor do que muitas imagens de outras gráficas; há uma combinação perfeita de cores e tons e uma quantidade maior de pequenos detalhes que o observador pode apreciar. Lubok é uma palavra russa para impressões populares criadas a partir de gravuras, xilogravuras, águas-fortes ou, mais tarde, litografia. As impressões muitas vezes se caracterizavam por simples ilustrações coloridas que retratavam uma narrativa, e também podiam incluir textos. Durante a Primeira Guerra Mundial, o estilo informou os russos sobre os eventos na linha de frente, reforçou o moral e serviu como propaganda contra combatentes inimigos.

Última Atualização: 11 de setembro de 2017