Desenhos, aquarelas e xilogravuras de Philipp Apian

Descrição

Entre 1554 e 1561, Philipp Apian (de 1531 a 1589) realizou um levantamento topográfico da Baviera sob ordem do duque Alberto V. Feito sem o uso da triangulação, o mapa de Apian é considerado o primeiro mapa matematicamente medido de uma grande região. Em 1563, Apian concluiu uma versão em grande escala em pergaminho, com escala de 1:40.000. No entanto, esse mapa foi destruído no século XVIII. A pedido do duque, Apian reduziu a escala para 1:145.000 e preparou o mapa para a impressão em xilogravura. Jost Amman realizou a obra de arte das margens e cártulas dessa edição. Essa segunda versão foi publicada em 1568, e permaneceu o mapa oficial da Baviera até o século XIX. Durante seu trabalho de pesquisa, Apian também coletou material para uma Descriptio Bavariae, e tinha imagens de castelos, colônias e paisagens preparadas para realizar essa obra. Depois de renunciar ao seu cargo de professor em Tubinga, ele trabalhou no texto da Descriptio entre 1584 e 1589, mas sua morte impediu a impressão da obra, que combinaria o mapa com uma descrição ilustrada do país. O duque Guilherme V da Baviera comprou o manuscrito inédito por 1.000 florins.

Última Atualização: 3 de abril de 2015