“Instrumentos de Hieronymus” de São Jerônimo e outros manuscritos musicais

Descrição

Um conjunto específico de desenhos coloridos, chamados “instrumentos de Hieronymus”, é frequentemente encontrado em retratos de instrumentos musicais medievais. Esses desenhos remontam a esta miscelânea da abadia beneditina de São Emerano de Ratisbona (atual Regensburgo), Baviera, que compreende vários escritos sobre a música dos séculos IX ao XIII. Produzidos em Frisinga, no terceiro quarto do século IX, os desenhos ilustram uma carta, que acredita-se ter sido escrita ao gaulês Christian Dardanus pelo Pai da Igreja e tradutor da Bíblia São Jerônimo (falecido em 420). A carta explica instrumentos musicais pagãos e cristãos mencionados na Bíblia e seus significados alegóricos. A tuba, por exemplo, é descrita como um clarim bíblico usado para chamar o povo. Se esses estranhos desenhos retratam instrumentos musicais reais mas há muito tempo esquecidos, ou se devem ser lidos apenas simbolicamente, ainda é uma questão de disputa acadêmica. Alguns dos instrumentos talvez tenham recebido sua forma com base em exemplos do mundo árabe, grego bizantino ou antigo Oriente Médio; porém, não há nenhuma prova real da sua existência. Os outros manuscritos encadernados nesta miscelânea são os seguintes: Walahfrid von der Reichenau (também conhecido como Estrabão, o vesgo), Carmina dubia (Poemas incertos); Rábano Mauro Magnentius, De computo (Sobre cálculo); Pseudo-Hieronymus (possivelmente Rábano Mauro Magnentius), Ad Dardanum de diversis generibus musicorum ([Epístola] a Dardano sobre os diferentes gêneros musicais); Isidoro de Sevilha, Etymologiarum liber III (O terceiro livro das etimologias; capítulo 19 e extratos dos capítulos 20 ao 22); Boécio, De institutione musica (Os princípios da música); Guido D’Arezzo, Micrologus (Discurso breve); Guido D’Arezzo, Regulae rhythmicae (As regras do ritmo); Guido D’Arezzo, Prologus in antiphonarium (Introdução ao antifonário); Guido D’Arezzo, Epistula ad Michahelem (Epístola a Miguel); e De musica mensurata (Sobre o compasso da música) de um escritor anônimo de São Emerano

Última Atualização: 20 de dezembro de 2016