O pardal de língua cortada

Descrição

Este é um chirimen-bon (livro de papel crepom), um watojihon (livro encadernado num estilo de encadernação tradicional japonês) compacto com imagens e texto xilogravados.  O livro era chamado de chirimen-bon porque o papel era amassado até obter uma textura parecida com pano. Publicado a partir da metade do período Meiji até o início do período Showa, chirimen-bon eram traduções ilustradas de contos folclóricos japoneses originalmente destinados a aumentar a exposição do povo japonês às línguas estrangeiras depois da kaikoku (reabertura do Japão na metade do século XIX). No entanto, logo se tornaram populares como omiyage (pequenas lembranças) para estrangeiros. Em 1885, a Kobunsha, editora gerenciada por Takejirō Hasegawa, começou a traduzir e publicar Nihon Mukashibanashi (Séries de contos japoneses). O pardal de língua cortada é um conto da série. Ele narra a história de uma velha malvada que estava lavando roupa, quando um pardal que ficava na casa de um vizinho veio e comeu seu amido para engomar. Enfurecida, a velha cortou a língua do pássaro e o espantou. Entristecidos pelo fato, o casal de velhinhos da casa ao lado saiu para encontrar o pardal. Mais tarde encontraram sua casa, onde foram recebidos com carinho pelos pardais. Como omiyage, o pardal ofereceu duas cestas de vime de tamanhos diferentes. O casal altruísta aceitou a cesta menor e foi para casa, ao que apareceu dentro da cesta um tesouro de ouro e prata. Os amáveis velhinhos ficaram ricos e viveram felizes para sempre. Com inveja da felicidade do casal, a velha malvada visitou a casa do pardal e voltou com a cesta grande. Porém, quando tirou a tampa, um bando de demônios apareceu de dentro da cesta e a reduziu em pedaços.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Kobunsha, Tóquio

Título no Idioma Original

The Tongue-Cut Sparrow

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

10 folhas; 16 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 19 de junho de 2017