Projeto para a reforma governamental

Descrição

Iwakura Tomomi e Ōkubo Toshimichi estavam no centro do governo japonês formado após a revolta política de 1873, quando a aliança governante de autoridades seniores ficou dividida sobre uma sugerida expedição militar contra a Coreia. Gotō Shōjirō, Itagaki Taisuke e Kido Takayoshi estavam entre os líderes do partido derrotado, dos quais a maioria havia favorecido a expedição. As relações entre Ōkubo, Itagaki e Kido, que já não faziam parte do governo, estavam tensas. Graças à intervenção de Inoue Kaoru e Itō Hirobumi, estadistas mais antigos que estavam preocupados com o estado dos negócios, várias discussões entre os diversos partidos aconteceram em janeiro e fevereiro de 1875, no que ficou conhecido como a Conferência de Osaka. Como preparação da mudança para um governo constitucional, foi acordado em estabelecer um Genrōin (Câmara dos Anciãos) e um conselho de governadores provinciais, em criar um gabinete separado, ministérios com ministros de gabinete atuando como assistentes do imperador, em confiar assuntos administrativos a cada ministério, e em estabelecer um tribunal superior. Aqui apresentamos um projeto da reforma governamental escrito por Kido durante as discussões em Osaka.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

政府改革図案

Tipo de Item

Referências

  1. “Osaka Conference” in Initial Steps toward a Constitutional State, National Diet Library. http://ndl.go.jp/modern/e/cha1/description10.html.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 19 de junho de 2017