Esboço da “Petição para a criação de uma assembleia eleita pelo povo” (três versões)

Descrição

Em janeiro de 1874, o primeiro partido político do Japão, Aikoku Kōtō (Partido Público dos Patriotas), foi criado por Itagaki Taisuke, Gotō Shōjirō, Soejima Taneoi e Etō Shinpei (também visto como Eto Shimpei), um ano depois de fazerem parte da oposição após a revolta política de 1873, quando a aliança governante de autoridades seniores ficou dividida sobre uma sugerida expedição militar contra a Coreia. Gotō e Itagaki estavam entre os líderes do partido derrotado, dos quais a maioria havia favorecido a expedição. Eles também contavam com a presença de Furusawa Shigeru, que havia retornado dos estudos na Inglaterra. Em 17 de janeiro, eles enviaram a “Petição para a criação de uma assembleia eleita pelo povo” ao Sain (conselho de esquerda). A petição criticou as políticas ditatoriais de algumas autoridades seniores e defendeu a criação de uma assembleia eleita pelo povo, a fim de revigorar a discussão pública. Também impressa no Nisshin Shinjishi (Notícias diárias confiáveis), jornal publicado por John Reddie Black, a petição resultou no Movimento pela Liberdade e Direitos Civis no Japão. O partido Aikoku Kōtō foi dissolvido vários meses depois. A versão final da “Petição para a criação de uma assembleia eleita pelo povo” é mantida nos Arquivos Nacionais do Japão. Aqui apresentamos três versões de esboço do documento, guardadas na Biblioteca Nacional da Dieta.

Última Atualização: 12 de dezembro de 2017