Representação de Hispalis, geralmente conhecida como Sevilha, cidade famosa mundialmente e renomada na Espanha

Descrição

Esta visão panorâmica de Sevilha em 1619 é da coleção de paisagens urbanas e cartazes que pertenceu ao estadista sueco conde Magnus Gabriel De la Gardie (de 1622 a 1686). Na parte inferior da gravura há uma descrição da cidade, impressa em 16 colunas em francês. A imagem mostra Sevilha da margem direita do rio Guadalquivir, com a ponte Triana, à esquerda, e a frota espanhola abaixo da Torre de Ouro, à direita. A coleção de Magnus Gabriel De la Gardie consiste de 187 gravuras do final dos anos 1500 e início dos anos 1600. As impressões foram originalmente ordenadas, numeradas e encadernadas. A origem primária da coleção é incerta. Depois de ler com atenção a correspondência do rei Gustavo II Adolfo e do filólogo e diplomata holandês Johannes Rutgersius, o ex-bibliotecário nacional da Suécia E. W. Dahlgren presumiu que as imagens foram encomendadas pelo rei e compradas por Rutgersius. Mais tarde a coleção foi incorporada à biblioteca de Magnus Gabriel De la Gardie, e depois colocada no Arquivo de Antiguidades no final do século XVII, apenas para ser transferida para a Biblioteca Real em 1780. Um catálogo completo da coleção foi publicado por Isak Collijn em 1915, Magnus Gabriel De la Gardie’s samling af äldre stadsvyer och historiska planscher i Kungl. Biblioteket. Dahlgren fornece um relato da origem primária da coleção em seu artigo, “Miscelânea” em Nordisk tidskrift för bok- och biblioteksväsen (1920).

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Johannes Janssonius, Amsterdã

Idioma

Título no Idioma Original

Hispalis vulgo Siviliae urbis toto orbe celeberrimae hispaniæque primariæ effigies

Tipo de Item

Descrição Física

1 gravura; 49 x 227 centímetros

Observações

  • Código: KoB DelaG 82

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 3 de fevereiro de 2015