O conto de Kiều

Descrição

Este é um manuscrito de Truyện Kiều (também conhecido como Kim Văn Kiều; O conto de Kiều) de Nguyễn Du (de 1765 a 1820), talvez o poema mais importante na literatura vietnamita e com escrita Chữ Nôm (caracteres sino-vietnamitas). A história se baseia num romance chinês Ming do século XVII, que Nguyễn Du leu durante sua viagem à China em 1813. A trama retrata as circunstâncias políticas e sociais caóticas do Vietnã no século XVIII, perturbado por lutas dinásticas. O tema da história é a devoção filial, um dos princípios fundamentais do confucionismo. O sonho da senhora Vuong é realizado quando ela dá à luz duas lindas filhas, Thuy Kieu e Thuy Van, e mais tarde a um menino chamado Vuong Quan. Thuy Kieu sofre terrível adversidade durante 15 anos e sacrifica sua felicidade para salvar a desonrada família Vuong. Ela suportou tudo até finalmente se reconciliar com seu noivo, Kim Trong. No entanto, esse reencontro não traz felicidade terrena a Kiều, que escolhe dedicar sua vida a servir a família, conforme exigem os deveres filiais. Críticos literários argumentam que a história é uma alegoria da culpa e dos conflitos de interesse que Nguyễn Du sentia após concordar em servir o novo governo (a dinastia Nguyễn, de 1802 a 1945), que estava indiretamente envolvido com a derrubada de seu antigo mestre. Esse comportamento era inaceitável para a sociedade confuciana vietnamita tradicional, pois para eles isso era semelhante à traição da piedade filial. Assim, o tema da história manteve uma pungência específica para Nguyễn Du, que nasceu numa importante família mandarina e cujo pai havia servido como ministro de alto escalão durante a dinastia Lê.

Última Atualização: 3 de abril de 2015