A deusa da dança. Galina Ulanova

Descrição

Leonid Zhdanov (de 1927 a 2010) tirou esta foto de Galina Ulanova (de 1910 a 1998) no balé Les Sylphides no Teatro Bolshoi, em Moscou, em 1961. Ulanova nasceu em São Petersburgo e em 1928 se formou na classe de Agrippina Vaganova (de 1879 a 1951) na Escola Coreográfica de Leningrado. Ulanova transmitia um magnetismo extraordinário. Abstendo-se da virtuosidade em voga, sua dança se caracterizou por nuanças e meios-tons. Ela não foi apenas uma grande dançarina, mas também uma grande atriz trágica, talvez a de maior destaque na história do ballet. Sua carreira de dança começou em 1928 no Teatro de Balé e Ópera de Leningrado (antes de 1919 e a partir de 1991, Teatro Mariinsky). Um ano depois, ela fez sua estreia como Odete-Odília em O lago dos cisnes. Também fez sucesso em O quebra-nozes, Gisele, A fonte de Bakhchisarai e Les Sylphides. Seu desempenho como Julieta, no balé Romeu e Julieta coreografado por Leonid Lavrovsky, foi triunfante. De 1944 a 1960 Ulanova foi bailarina do Teatro Bolshoi. Tanto o público de Moscou como de Leningrado iam aos espetáculos especificamente para vê-la dançar. Entre seus fãs estavam famosos escritores, diretores, compositores e artistas. Em 1956, o Teatro Bolshoi realizou uma lendária turnê em Londres, com apresentações de Ulanova no centro de seus programas. O nome de Ulanova se tornou um novo símbolo no mundo do balé. Ela foi a única dançarina a receber monumentos em São Petersburgo e em Estocolmo durante sua vida. Zhdanov, um dançarino Bolshoi e depois professor de coreografia por 50 anos, também foi fotógrafo profissional de balé na maior parte de sua carreira. Suas fotos são espontâneas e registram os movimentos, os humores e as emoções dos dançarinos em sua naturalidade. A Instituição Renascimento da Arte em Moscou mantém esta imagem e o restante do arquivo de Zhdanov.

Última Atualização: 3 de fevereiro de 2015