Sobre a obediência ao governador, em pachto

Descrição

Risālah-i Puṣhto It̤āʻat-i ūlā al-amr (Sobre a obediência ao governador, em pachto) é um trato criado para promover obediência ao governador do Afeganistão. A expressão ūlā al-amr se refere a alguém com maior autoridade, e o título do livro faz referência a um versículo do Alcorão (05:59), “Oh, crentes! Obedeçam a Deus e obedeçam ao Mensageiro e aqueles com maior autoridade dentre vós”, citado no início da obra. Em seguida aparecem inúmeras citações da literatura hadith (principalmente da coleção de al-Bukhari). O texto árabe de cada hadith é seguido de uma explicação em pachto, dos quais vários equiparam desobediência com jahāla (ignorância, ou seja, de preceitos religiosos) e a contrasta com shahāda (prestar testemunho ao islã). Assim, o objetivo da obra é claramente a coleção de legitimidade e autoridade para o emir do Afeganistão naquela época, Habibullah Khan (no poder de 1901 a 1919). O original persa dessa obra foi composto por Maulawi ʻAbd al-Rabb Khan (de 1878 ou 1879 a 1919), que, ironicamente, parece ter sido preso por seu envolvimento no movimento constitucional no início da década de 1900 contra o autoritarismo de Habibullah Khan. No momento em que compôs It̤āʻat-i ūlā al-amr, ʻAbd al-Rabb Khan servia Habibullah Khan como mullā-i darbār (teólogo da corte). Tanto ‘Abd al-Rabb Khan quanto o tradutor, Salih Muhammad, eram professores na Escola Habibiya fundada por Habibullah Khan. A tradução em pachto de It̤āʻat-i ūlā al-amr foi impressa pela gráfica Dar al-Saltanah, em Cabul. A capa afirma que esta é a primeira obra em pachto impressa no Afeganistão, e o propósito é que ela fosse distribuída gratuitamente.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Dār al-Salṭanah, Cabul

Título no Idioma Original

رساله بښتو اطاعت اولی الامر

Tipo de Item

Descrição Física

92 páginas; 21 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016