O conto de Kiều

Descrição

Truyện Kiều (O conto de Kiều), escrito por Nguyễn Du (1765 a 1820) é visto como o mais significativo poema da literatura vietnamita. Ele foi composto em Lục-bát (6 a 8) estrofes e seu título original em vietnamita é Ðoạn Trường Tân Thanh (Um novo pranto para o coração partido). No entanto, ele é mais conhecido como Truyện Kiều ou Kim Văn Kiều. A história tem como base um romance chinês Ming do século XVII, que Nguyễn Du conheceu enquanto estava em uma missão diplomática na China, em 1813. O enredo retrata as circunstâncias políticas e sociais caóticas do Vietnã no século XVIII, resultantes de conflitos políticos internos. O tema da história é a piedade filial, um dos princípios fundamentais do confucianismo. Ele relata a vida e os julgamentos de uma bela e talentosa jovem que sacrificou sua felicidade para salvar sua família desonrada. Ela teve de passar por muitos sofrimentos, como ter sido levada a se prostituir, casar-se com um homem que já era casado e ser expulsa de um santuário budista antes de finalmente se reunir com seu primeiro amor. No entanto, esta reunião não trouxe felicidade terrena a Kiều, que escolheu dedicar sua vida a servir a família, conforme as exigências da piedade filial. Críticos literários argumentam que o tema da história é uma alegoria da culpa e dos conflitos de interesse enfrentados por Nguyễn Du ao ter de trabalhar para o novo regime (a dinastia Nguyễn, 1802 a 1945), que havia estado indiretamente envolvida com a derrubada de seu antigo mestre. Este comportamento era inaceitável para a sociedade confuciana vietnamita tradicional, já que era considerado um equivalente da traição da piedade filial. Portanto, o tema da história era um lembrete doloroso para Nguyễn Du, que nasceu em uma família mandarínica conhecida e cujo pai havia servido como alto ministro sob a dinastia Le. A cópia do manuscrito do Truyện Kiều mantida na Biblioteca Britânica (número de referência Or 14844) foi finalizada por volta de 1894. Ela foi escrita em Chữ Nôm (caracteres sino-vietnamitas). Cada página é belamente ilustrada com cenas da história. Ela está encadernada em uma capa de seda de cor amarelo real, com padrões de dragões. Nguyễn Quang Tuấn, um estudioso vietnamita independente que inspecionou o manuscrito, opina que ele possui significância real, já que o dragão do centro tem cinco garras, o que normalmente é reservado para uso imperial. Outra característica significativa do manuscrito são as anotações de Paul Pelliot (1878 a 1945), renomado sinólogo francês que comprou o manuscrito em 1929.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

傳新翹­雲金

Tipo de Item

Descrição Física

72 fólios; 350 x 160 milímetros

Observações

  • Número de referência do manuscrito na Biblioteca Britânica: Or 14844

Referências

  1. Sud Chonchirdsin, "Truyện Kiều-The Tale of Kieu at the British Library," Southeast Asia Library Group (SEALG) Blog, March 28, 2013, https://southeastasianlibrarygroup.wordpress.com/tag/vietnamese-manuscript.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 8 de agosto de 2014