Vesperae Bachanales

Descrição

Pantaleon Roškovský (1734 a 1789) foi um compositor, organista e professor eslovaco. Oriundo de Stará Ľubovňa, ele entrou para a ordem franciscana em 1755 e foi ordenado padre em Trnava, em 1759. Trabalhou principalmente nos principais monastérios da Congregação dos Padres Marianos (também conhecida como Marianos da Imaculada Conceição) em Bratislava e Trnava. Sua música religiosa (missas, litanias, antífonas marianas e hinos), bem como as peças para cravo e órgão, enquadra-se parcialmente no fim do período barroco, embora frequentemente apresente já traços do início do classicismo. Roskovšký é provavelmente mais conhecido pelo trabalho apresentado aqui, a paródia de Carnaval em quatro partes Vesperae bachanales (1768). Essa canção em homenagem ao antigo deus do vinho mantém a mesma estrutura das Vésperas católico-romanas. Os textos originais (salmos com as antífonas apropriadas, o hino, o Cântico de Maria e até mesmo as orações) são satirizados de forma inteligente, o que ganha destaque pela musicalização extremamente imaginativa (por exemplo, uma paródia de canto gregoriano executado de forma distorcida ao final da canção). O objetivo da Vesperae bachanales era divertir a comunidade monástica no Carnaval, o período imediatamente anterior ao jejum que, nos países e regiões católicas, era tradicionalmente marcado por comemorações eufóricas.

Última Atualização: 3 de março de 2016