Comentário sobre Testemunhas: Comentário de Ibn ‘Aqil sobre o “al-Alfiyah”, de Ibn Malik

Descrição

Este manuscrito é uma cópia do comentário de Ibn ‘Aqil (1294 a 1367, aproximadamente), sobre o famoso al-Alfiyah, de Ibn Malik, um poema de 1000 linhas sobre os princípios da gramática árabe. Tanto o al-Alfiyah quanto o comentário são textos padrão no currículo islâmico tradicional. O título do comentário, “Testemunhas”, refere-se à busca dos estudiosos por shawahid (testemunhas) antigas e confiáveis em quem se fiar para a autenticação da gramática e do léxico da língua árabe. Ibn Malik (faleceu em 1274) pretendia que seu poema fosse uma ferramenta de ensino, e não uma obra de pesquisa. O fato de que os estudantes tinham que memorizar 1000 versos gerou controvérsia nos tempos modernos quanto ao papel da memorização mecânica e da proliferação de comentários na pedagogia medieval. Não se sabe muito sobre o comentarista, Ibn ‘Aqil. Ele parece ter sido uma espécie de bon vivant, que morreu com dívidas. O manuscrito está em caligrafia norte-africana, com várias anotações. Ele está incompleto, faltando a primeira e a última página. Algumas páginas estão manchadas e a marginália foi gravemente danificada durante a encadernação. Manchas frequentes obscurecem o texto em alguns lugares. O conteúdo difere significativamente da primeira edição impressa da Editora Bulaq, no Cairo. O manuscrito está encadernado junto a três outras obras: Tratado e notas sobre orações; Comentário sobre distinções gramaticais, de al-Fakihi; e um fragmento de um tratado sobre “Em nome de Deus, o Compassivo, o Misericordioso”.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

شرح على شواهد ابن عقيل

Tipo de Item

Referências

  1. Kate Fleet, Gudrun Krämer, Denis Matringe, John Nawas, and Everett Rowson, editors, Encyclopaedia of Islam (Leiden: Brill, 2007− ).
  2. Fazlur Rahman, Islam and Modernity (Chicago: University of Chicago Press, 1982).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 24 de agosto de 2016