Alfabeto das cinco partes do mundo

Descrição

Este abecedário, publicado em Paris em 1863, é composto por litografias coloridas que pretendem ilustrar os povos de diferentes países do mundo. Cada letra é associada a um país, representado por indivíduos usando trajes tradicionais, normalmente um casal; o objetivo é refletir o local e sua população. Estas representações, um pouco românticas, são mais teatrais do que antropologicamente precisas. Muitas são aproximações, às vezes mesmo irrealistas e imprecisas. Na letra Q, por exemplo, o “Quebec” é representado por uma mulher usando um vestido oriental, podendo-se ver minaretes e domos no plano de fundo. O estilo das ilustrações é típico das obras produzidas por Jean-Charles Pellerin, um dos principais editores das images d’Epinal. Estas representações de “outros povos” fazem parte de uma antiga tradição ocidental, inaugurada pelas viagens dos grandes exploradores. Grandes expedições, colonização e o desenvolvimento da comunicação, como ferrovias, aumentaram a curiosidade das pessoas sobre o mundo, que livros como este tentaram satisfazer.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Pellerin, Épinal

Idioma

Título no Idioma Original

Alphabet des cinq parties du monde

Tipo de Item

Descrição Física

24 litografias não numeradas; 17 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 31 de julho de 2014