Peça do jogo de xadrez de Carlos Magno: O peão

Descrição

O famoso jogo de xadrez, chamado Jeu d'échec de Charlemagne (Jogo de xadrez de Carlos Magno) já foi parte do tesouro da Basílica de Saint-Denis. Ele foi feito próximo a Salerno, na Itália, no final do século XI. Por muito tempo, pensou-se que ele havia pertencido a Carlos Magno, que o teria recebido como presente do Califa Harun al-Rashid. Na verdade, isto não pode ter ocorrido, porque o jogo de xadrez foi introduzido no Ocidente pelos árabes dois séculos após o reinado de Carlos Magno (762 a 814). O conjunto servia mais como símbolo do que para o jogo propriamente. Suas dimensões são incomuns. Os cavaleiros têm 12,3 centímetros de altura; os peões, oito centímetros. O bispo é representado como um arqueiro prestes a lançar uma flecha. O jogo propriamente é um sistema simbólico exemplar, representando o posto ocupado por cada indivíduo na sociedade medieval. O conjunto passou a fazer parte das coleções da Biblioteca Nacional da França a partir de 1793, tendo sido confiscado durante a Revolução Francesa. Ele hoje é mantido pela Divisão de Moedas, Medalhas e Antiguidades da biblioteca. O conjunto está incompleto. Embora incluísse 30 peças em 1534, apenas 16 restavam na época da Revolução Francesa.

Última Atualização: 31 de julho de 2014