Mapa do Velho Mundo, 1752

Descrição

Didier Robert de Vaugondy (1723 a 1786) pertenceu a uma linhagem de famosos geógrafos e cartógrafos. Ele era bisneto de Nicolas Sanson (1600 a 1667) e filho de Gilles Robert de Vaugondy (1688 a 1766), com quem criou um atlas universal de 108 mapas. Este atlas, que foi publicado pela primeira vez em 1757, incluía o mapa-mundi de 1752 aqui apresentado. A despeito dos esforços feitos por grandes exploradores, os mapas do mundo desenhados pelos cartógrafos deste período permaneciam muito incompletos, especialmente no tocante aos continentes americano e australiano. Neste mapa, por exemplo, falta o Alasca, ainda que as expedições russas lideradas pelo dinamarquês Vitus Bering em 1728 e 1740 já tivessem levado a descoberta desta parte do mundo. De maneira similar, a Austrália é representada da mesma forma como era representada nos mapas de Joan Blaeu um século antes, apesar de o explorador holandês Abel Janszoon Tasman (1603 a 1659) já ter estabelecido bem o contorno de todo o continente. Na África, o Rio Níger é representado como tendo sua foz no Lago Chad, refletindo um erro geográfico que perdurou até o início do século XIX. Este mapa do mundo é parte da Collection d'Anville, na Biblioteca Nacional da França. O geógrafo oficial do rei, Jean-Baptiste Bourguignon d'Anville (1697 a 1782) foi o criador de 211 mapas que, por sua grande precisão, revolucionaram o mundo da cartografia. Além de criar seus próprios mapas, d'Anville reuniu uma das mais notórias coleções de documentos cartográficos então existentes, incluindo tanto gravuras quanto manuscritos. Sua coleção chegou à posse do rei em 1779 e, mais tarde, foi transferida ao Ministère des Affaires étrangères (Ministério de Assuntos Estrangeiros). Em 1924, ela se tornou propriedade da divisão cartográfica da biblioteca nacional. Esta notável coleção de mais de 8500 documentos foi digitalizada e hoje se encontra disponível na Gallica, a biblioteca digital da Biblioteca Nacional da França.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Didier Robert de Vaugondy e Antoine Boudet, Paris

Idioma

Título no Idioma Original

Orbis Vetus in utrâque continente juxta mentem Sansonianam distinctus, nec non observationibus astronomicis redactus accurante Robert de Vaugondy

Lugar

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa: contornos coloridos; 47,5 x 71 centímetros

Observações

  • Escala aproximadamente 1:71.000.000

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 31 de julho de 2014