Notas e trechos de taquigrafia por Martin Kukučín

Descrição

Estas notas e trechos taquigráficos foram escritos por Martin Kukučín, pseudônimo de Matej Bencúr (1860 a 1928), um importante representante do realismo literário eslovaco. Kukučín trabalhou como médico em Praga, na Croácia, e mais tarde na América do Sul. Em seu acervo literário são encontrados, além dos manuscritos originais de suas obras em eslovaco, registros em script de taquigrafia. Kukučín usou vários tipos diferentes de fontes de taquigrafia que enriqueceu com seus próprios caracteres de taquigrafia. Suas notas, assim, ficaram incompreensíveis para outros leitores. Em 1943, o criptógrafo e bibliotecário Ladislav Lorenc comprometeu-se a decifrar as notas de Kukučín. Até sua morte, em 1964, Lorenc foi capaz de re-escrever a maioria dos registros taquigráficos da Kukučín. Supõe-se que Kukučín tenha começado a usar a estenografia em 1910, em sua prática médica, ao escrever prescrições e documentar procedimentos médicos. Mais tarde, este tipo de caligrafia se tornou tão natural para ele que acabou por usá-la durante a escrita de suas obras literárias, trechos e notas.

Data de Criação

Data do Assunto

Tipo de Item

Descrição Física

262 páginas manuscritas

Referências

  1. Slovenská národná knižnica (National Project of the Slovak National Library) http://dikda.eu/matej-bencur-a-martin-kukucin/.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 16 de janeiro de 2015