Antiphonarium Bratislaviense

Descrição

Este fólio iluminado com notação musical gótica de Metz vem do códice litúrgico do Cônego Jan Han, que foi membro do Cabido de Bratislava e adquiriu este antifonário. O “S” (Sanctum) inicial, iluminado com os dois primeiros mártires da Igreja Cristã, Santo Estêvão e São Lourenço, acompanhados por São Vito, é seguido da legenda Illorum effusus nos in patientia firmet (Sua paciência permitiu que nós avançássemos), o que data o fragmento de 1487. A parte inferior da decoração em acantos, na margem esquerda, apresenta o motivo da marta e do pássaro; plantas típicas são complementadas com pontos dourados característicos. Estes sinais tornam possível identificar o estúdio onde o manuscrito foi criado. Neste período, o Cabido de Bratislava e alguns burgueses encomendaram manuscritos iluminados ao pintor Ulrich Schreier, de Salzburgo, que trabalhava em Viena e em Klosterneuburg, naquela época. Vários dos manuscritos iluminados para clientes de Schreier residentes em Bratislava indicam que ele pode ter tido uma oficina naquela cidade. Os códices iluminados da biblioteca da Casa do Cabido de Bratislava foram inscritos no Registro da Memória do Mundo da UNESCO em 1997.

Última Atualização: 17 de outubro de 2017