Novo tratado de astronomia

Descrição

Ramon Lúlio (por volta de 1232 a 1316), uma figura-chave na literatura medieval, era uma personalidade multifacetada que estudava literatura, filosofia, teologia e ciências naturais com paixão e habilidade. Um escritor extraordinariamente prolífico, ele é considerado o autor de 267 obras, escritas principalmente em latim e catalão. A tradição lhe atribuiu um número ainda maior de títulos. Preocupado com a divulgação de seu trabalho, Lúlio queria assegurar de que um grande número de seus textos fosse publicado em catalão, assim como em latim, a fim de atingir um grande número de leitores. Este foi o caso com o seu Tractatus novus de astronomia (Novo tratado de astronomia) escrito originalmente em latim, em Paris, no ano de 1297, mas que Lúlio também produziu em uma versão contemporânea catalã sob o título de Tractat d’astronomia. Um dos manuscritos existentes deste trabalho está preservado na Biblioteca da Catalunha. Provavelmente copiado em Maiorca durante a primeira metade do século XV, o manuscrito não contém as figuras humanas que frequentemente acompanham os textos de Lúlio, mas foi completado por um conjunto variado de notas astrológicas de outros autores e decorado com figuras que muitas vezes são coloridas e de grande impacto visual.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

Tractatus novus de astronomia

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

65 fólios; 20 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 13 de janeiro de 2015