Mapa de Havana

Descrição

Esteban Pichardo (1799 a 1879) foi uma das figuras mais importantes de Cuba na área de pesquisa científica, no final do século XIX, e seu principal representante nos campos de geografia e cartografia. O Plano de la Habana (Mapa de Havana) é parte de uma obra maior em 35 folhas, Carta Geo-hidro-topográfica de la Isla de Cuba (Mapa geo-hidro-topográfico da ilha de Cuba), que Esteban publicou entre 1874 e 1875. Esteban adotou um conjunto de símbolos geográficos muito similares àqueles usados em mapas contemporâneos. Seus mapas também refletem um alto grau de sofisticação matemática, tendo permanecido como uma referência cartográfica central em Cuba até quase um século depois. Eles foram usados para ajudar a determinar que a área do país era de 124.500 quilômetros quadrados, um cálculo distante da realidade (de acordo com geógrafos contemporâneos, a área de Cuba é de 109.884 quilômetros quadrados), mas de relevância histórica para o período. O mapa mostra topônimos contemporâneos, o desenvolvimento urbano em diferentes partes, a cidade crescente, ruas, estruturas notáveis, linhas ferroviárias e o porto.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Havana, Cuba

Idioma

Título no Idioma Original

Plano de la Habana

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa: colorido, papel sobre tela; 58 x 76 centímetros

Observações

  • Escala 1:200.000

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 17 de junho de 2015