Dicionário da língua aimará: partes um e dois

Descrição

Vocabvlario dela lengva aymara: Primera y segvnda partes (Dicionário da língua aimará: partes um e dois) foi publicado em Lima, Peru, em 1612. O livro foi escrito por Ludovico Bertonio (de 1552 a 1625), missionário jesuíta italiano que trabalhou entre os índios aimarás do sul do Peru e da Bolívia e escreveu diversas obras importantes sobre a língua aimará. A primeira máquina de impressão na América do Sul foi criada em Lima por Antonio Ricardo (entre 1540 e 1606, aproximadamente), um italiano que trabalhou por pouco tempo como tipógrafo ao lado dos jesuítas na Cidade do México. Produzido na máquina de impressão entre 1584 e 1619, esse livro faz parte de uma coleção com as 39 primeiras edições na Biblioteca Nacional do Peru. Em 2013 a coleção foi registrada no Programa Memória do Mundo da UNESCO. Em latim, espanhol e diversas línguas ameríndias, esses livros apresentam uma parte importante do registro que retrata o encontro entre dois mundos: a civilização ameríndia dos Incas e a cultura europeia representada pelos conquistadores espanhóis. São consideráveis fontes para o estudo da dispersão de ideias no Império Espanhol, como o processo de evangelização e a propagação do catolicismo por um lado e o debate sobre os povos indígenas e sua condição como seres humanos por outro. Vários desses livros revelam informações sobre a organização política, cultural e social da derrotada civilização inca, bem como um registro das línguas quíchua e aimará, faladas por esse povo.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Francisco del Canto, Juli

Título no Idioma Original

Vocabvlario dela lengva aymara: Primera y segvnda partes

Tipo de Item

Descrição Física

21 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 24 de maio de 2017