Testamento e codicilo holográficos de Jeanne Mance, co-fundadora de Montreal

Descrição

Jeanne Mance (1606 a 1673) foi a primeira enfermeira laica a exercer seu ofício em Montreal, fundadora e primeira tesoureira do Hôtel-Dieu de Montréal, além de uma figura icônica na história da cidade. Ela chegou ao Canadá em 1641, inspirada por suas convicções religiosas em servir colonos e povos indígenas fundando um hospital. Ela supervisionou a construção do Hôtel-Dieu, tendo realizado várias viagens de volta à França a fim de garantir recursos para o projeto. Ela merece ser reconhecida como fundadora da cidade, junto do oficial militar francês Paul de Chomedey de Maisonneuve (1612 a 1676), primeiro governador de Montreal. Em seu testamento, apresentado aqui, ela deixa seu coração ao povo de Montreal, pedindo às enfermeiras do hospital que cuidem de seu corpo. Seus restos mortais se encontram na cripta da capela do atual Hôtel-Dieu de Montréal. Criado em 1645, o Hôtel-Dieu de Montréal é o hospital mais antigo de Montreal. O testamento foi redigido por Bénigne Basset (também conhecido como Deslauriers, viveu entre 1629 e 1699, aproximadamente), um notário, funcionário da corte e agrimensor que chegou à Montreal com os sulpicianos, em 1657.

Idioma

Título no Idioma Original

Testament olographe. De Damoiselle Jeanne administratrice de l'hôpital de Montréal. Avec un codicile du 27 Mai 1673 fair par Main

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 pedaço de papel dobrado com caligrafia à tinta

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 19 de junho de 2017