Mapa da América Russa ou do território do Alasca

Descrição

A Rússia Imperial vendeu o Alasca aos Estados Unidos em 1867. A aquisição do território foi negociada para os EUA pelo Secretário de Estado americano William H. Seward, a uma pechincha de cerca de dois centavos de dólar por acre (cinco centavos por hectare). Embora a maioria dos comentários criticasse duramente a “tolice de Seward”, alguns americanos começaram aos poucos a viajar e a se estabelecer no novo território. No início havia pouco conhecimento da geografia local, gerando uma grande necessidade de mapas e cartas náuticas para ajudar os americanos a explorar os rios e as trilhas dessa região hostil. Este mapa, compilado por um desenhista chamado J. F. Lewis, baseou-se em pesquisas e gráficos russos, a maioria encomendada pela marinha russa. Ele simbolizou uma das primeiras tentativas na América do Norte de criar um mapa do Alasca em inglês. O mapa principal não tem escala, mas cinco pequenos mapas no lado direito inferior mostram portos locais, e a escala de cada um está em milhas náuticas. Ele registra importantes cordilheiras e corpos d’água, mas poucas cidades aparecem, pois os russos haviam estabelecido apenas alguns assentamentos permanentes ao longo da costa do Pacífico. Nos anos seguintes, o governo dos EUA realizou vagarosamente obras com base em mapas como este e começou a produzir mapas topográficos e cartas náuticas mais abrangentes. O detalhe e a precisão desses mapas e gráficos superaram as pesquisas russas e ajudaram a estabelecer uma base moderna de conhecimento geográfico sobre o Alasca.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Britton e Rey, São Francisco

Idioma

Título no Idioma Original

Map of Russian America or Alaska Territory

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa; cor; 130 x 178 centímetros

Referências

  1. Lydia Black, The Lovtsov Atlas of the North Pacific Ocean (Kingston, Ontario: Limestone Press, 1991).
  2. Aleksei V. Postnikov, The Mapping of Russian America: A History of Russian American Contacts in Cartography (Milwaukee: University of Wisconsin-Milwaukee, American Geographical Society Library, 1995).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 8 de janeiro de 2018