Sacramentário do Bispo Abraão

Descrição

Muitos mosteiros da Baviera foram destruídos durante as devastadoras invasões húngaras na Europa, nos séculos IX e X. No período posterior às guerras húngaras, o Bispo Abraão de Frisinga (957 a 994) conseguiu, a despeito de seu banimento temporário, ampliar sua sé, liderando as missões entre os eslavos e promovendo a finalização da biblioteca e da escola da catedral em Frisinga. Este sacramentário é o único manuscrito litúrgico de alta qualidade do período ainda existente, apesar de estar em más condições. A importância dada a São Corbiniano o identifica como uma obra de Frisinga. Registros obituários no calendário mostram que o manuscrito pode ser datado dos últimos anos de vida de Abraão. As linhas iniciais são enfatizadas com caligrafia uncial; o título está posicionado em faixas roxas (fólio 32). A introdução ao prefácio e ao Te igitur (A vós, portanto [as primeiras palavras da missa canônica]) foram luxuosamente executadas em dourado; tinta dourada e prateada sobre fundo colorido também é usada para as iniciais parcialmente figurativas.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Tipo de Item

Descrição Física

283 folhas: pergaminho, iluminações; 33,5 x 25,5 centímetros

Observações

  • Código BSB: Clm 6421

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 11 de agosto de 2017