Carta de Saulo Torón a Fernando González

Descrição

Este documento é uma carta de Saulo Torón (1885 a 1974) a outro poeta da ilha de Grã Canária, Fernando González (1901 a 1972). Torón é um dos mais importantes exponentes do modernismo poético nas Canárias, junto de Tomás Morales e Alonso Quesada. Ele pertence à chamada escola lírica de Telde, que inclui González, Montiano Placeres, Luis Baez, Patricio Pérez e Hilda Zudán. A poesia de Torón é caracterizada por seu tom simples e pela ausência de elaboração no estilo. Em sua carta, ele envia ao amigo a prova tipográfica de seu poema “El Caracol” (O caracol), que seria publicado pela Tipografía Juan Pérez Torres, em Madri. Ele cita o poeta Antonio Machado e os intelectuais canários em Madri, como o artista Manolo Millares, e o editor e poeta Enrique Díez-Canedo. Ele também se refere a artigos das revistas literárias España, La Pluma e Casa de las Américas. A carta é um documento indispensável para o estudo da poesia espanhola e canária da década de 1920. O manuscrito pertence ao arquivo epistolar de Fernando González, que abrange toda a vida literária do poeta. Ela foi escrita durante o período em que González foi diretor da revista Halcón, tendo estabelecido um laço de amizade com muitos escritores das Ilhas Canárias, com quem se correspondia. Esta carta está nas coleções da Biblioteca da Ilha de Grã Canária.

Última Atualização: 13 de junho de 2016