Evangelhos etíopes

Descrição

Este livro do Evangelho foi escrito no Tigré, ao norte da Etiópia, no início do século XIV, e pertenceu à igreja de São Jorge em Debre Mark'os. Ele foi escrito pelo escriba Mäṭre Krǝstos na língua litúrgica oficial da Etiópia, o Gǝ‛ǝz. O mais notório a seu respeito é o ciclo de imagens introdutórias, que fazem referência a lugares sagrados em Jerusalém, como o Gólgota ou o Santo Sepulcro, conforme apareciam no século VI. O manuscrito parece portanto ter sido baseado em um exemplar do século VI, que contém imagens conectadas ao culto bizantino de lugares sagrados. Vários manuscritos relacionados que parecem ter se baseado no mesmo protótipo foram identificados, em especial, a Bibliothèque nationale, eth de Paris. 32, um fragmento do Instituto de Estudos Etíopes, da Universidade de Addis Ababa, Inventário nº 3475 a-b, e outro fragmento do Museu Nacional, em Estocolmo, NM B 2034. O manuscrito de Paris contém um colofão de meados do século XIV que ajuda a datar o grupo. Embora algumas de suas páginas decoradas tenham sido danificadas por infiltração de água, este livro do Evangelho é ainda um importante registro do ressurgimento do monasticismo, que floresceu na Etiópia durante o século XIV.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

ወንጌል፡ ቅዱስ።

Tipo de Item

Descrição Física

248 fólios: pergaminho; 16,5 x 26,6 centímetros

Observações

  • Walters Ms. W.836

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 24 de maio de 2017