Evangelhos

Descrição

Datado do século X, este manuscrito é o mais antigo códice armênio na América do Norte e o quinto mais antigo dentre os Evangelhos armênios documentados. O colofão principal, no verso do fólio 2, registra que o padre Sargis finalizou o texto em 415 (966). Dentro da área emoldurada, a encomenda do códice é descrita: um padre, cujo nome foi substituído pelo do proprietário posterior, T’oros, encomendou a obra “como decoração e pelo esplendor da igreja sagrada e para o prazer da congregação de Rznēr”. Já que o códice foi escrito e encomendado por padres, o manuscrito é chamado de “Evangelhos do Padre”. Ele era anteriormente conhecido como “Evangelho dos Tradutores”, já que, após o ano de 415, alguém apagou a expressão “da era armênia” e a substituiu com “de nosso Senhor”, sugerindo uma data anterior e insinuando que o texto havia sido baseado na tradução original dos Evangelhos para o armênio, durante o século V. O texto foi copiado em uma caligrafia angular erkat‘agir grande. As pinturas de página inteira e os ornamentos marginais apresentam características estilísticas da iluminura armênia dos séculos X e XI, associadas a mecenas que não pertenciam à nobreza. As ilustrações abrangem as tábuas canônicas, restando apenas as duas últimas; a Virgem e a Criança em uma carruagem; o colofão emoldurado; uma cruz ornamental com o retrato do doador; retratos de Mateus e Marcos juntos (verso do fólio 72, ao final do livro de Mateus) e de Marcos com Lucas (verso do fólio 114, ao final do livro de Marcos); duas imagens finais representam santos desconhecidos (anverso do fólio 192, ao final do livro de Lucas). É possível encontrar marginália ao longo do texto. Sugeriu-se que o escriba também tenha participado da iluminação.

Escriba

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

աւետարան

Tipo de Item

Descrição Física

237 fólios: pergaminho; 25 x 30,5 centímetros

Observações

  • Walters Ms. W.537

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 12 de abril de 2016