Evangelhos de Trebizonda

Descrição

Este livro do Evangelho foi produzido provavelmente em Constantinopla em meados do século XII e é notável pela beleza e pela grande qualidade com que suas miniaturas de página inteira foram realizadas. A abertura do Evangelho de Mateus está ausente, mas os outros três Evangelhos têm em sua introdução um par de miniaturas cada: o respectivo evangelista à esquerda e uma cena da história do Evangelho à direita. A combinação de São João com a Ressurreição de Lázaro é encontrada apenas neste manuscrito. O texto foi copiado por dois escribas com caligrafias distintas. Um deles deve ter pintado o ornamento do anverso do fólio 175, que contém dois falcões, uma perdiz e uma lebre. Os falcões eram treinados para perseguir presas, e a caça era um dos passatempos preferidos da nobreza bizantina (o tipo de pessoa que podia encomendar um manuscrito de luxo, como este). O verso do fólio 59 é uma miniatura de página inteira com a inscrição: “O Batismo”. O Espírito Santo aparece descendo sobre Cristo na forma de uma pomba; dois anjos esperam para recebê-lo enquanto ele sai da água. A imagem vagamente delineada na parte inferior esquerda é a personificação do Rio Jordão. São Marcos é visto no anverso do fólio 60 segurando um livro aberto com o texto do início de seu Evangelho. Diante dele, há uma escrivaninha, provavelmente similar às usadas pelos escribas bizantinos. A Anunciação é representada no verso do fólio 102. Maria aparece fiando linhas roxas para a cortina do Santo dos Santos, no Templo de Jerusalém. O evangelista Lucas aparece em uma miniatura de meia página no anverso do fólio 103. A Ressurreição de Lázaro, uma miniatura de página inteira no verso do fólio 173, mostra as irmãs de Lázaro, Marta e Maria, muito pequenas em comparação com Jesus. O homem à esquerda de Lázaro segura seu nariz, já que seu corpo morto começava a se decompor. São João, o Teólogo, é visto em uma miniatura de página inteira no anverso do fólio 174. Ao contrário dos outros evangelistas, São João normalmente é representado na arte bizantina como um homem idoso. Aqui, ele aparece sentado em sua escrivaninha, sob uma lâmpada a óleo.

Última Atualização: 12 de abril de 2016