Saltério de Carrow

Descrição

Este manuscrito inglês foi produzido na Ânglia Oriental em meados do século XIII para um patrono com especial reverência por Santo Olavo, cuja vida e martírio são proeminentemente retratados no Beatus inicial do Salmo 1. Conhecido como Saltério de Carrow, em razão de seu uso posterior no convento de Carrow, próximo a Norwich, ele pode ser descrito com mais precisão como um saltério e livro de horas, já que contém, dentre outros textos, o Ofício das Almas e as Horas da Virgem. O manuscrito é impressionante por sua rica variedade de iluminuras, incluindo ciclos de página inteira de santos, mártires e cenas bíblicas. Ele também apresenta iniciais historiadas no saltério, bem como figuras heráldicas adicionadas no século XV às iniciais não decoradas das Horas da Virgem. A miniatura no verso do fólio 15 é particularmente marcante por retratar o martírio de São Tomás Becket. Após Henrique VIII culpar Becket por traição, em 1538, para ocultar sua imagem, foi colada uma página sobre ela, em vez de a destruir. A imagem já foi redescoberta.

Última Atualização: 17 de outubro de 2017