A mais poética das poesias

Descrição

Como muitos de seus contemporâneos, Rizq Allah Hassun (entre 1825 e 1880) começou a transcrever os clássicos em um árabe revigorado. Em Ashʻar al-shiʻr (A mais poética das poesias), ele escolhe reformular textos selecionados do Antigo Testamento de uma forma poética acessível. O livro de Jó é um destaque especial na coleção porque, como diz o autor em seu prefácio, assim como as obras de Homero e Shakespeare, trata-se de um monumento da literatura mundial. A tradução de Hassun da história de Jó em poesia árabe não tem a pretensão de ser uma leitura da Bíblia para o devoto, mas sim uma demonstração da riqueza e capacidade de adaptação da língua árabe. Hassun baseou seus poemas na tradução para o árabe de Cornelius Van Dyck (entre 1818 e 1895), que Hassun denominou como “a melhor tradução árabe da Bíblia que já vi”, e na Bíblia em inglês de 1811, com notas de John Styles. O trabalho também contém interpretações poéticas dos livros de Êxodo, Deuteronômio, Cântico dos Cânticos, Eclesiastes e Lamentações. Rizq Allah Hassun teve um papel ativo na vida cultural e política da sua época. Ele fundou um dos primeiros jornais árabes e participou da oposição antiotomana no Levante e na capital imperial, Constantinopla (atual Istambul), motivo de seu exílio forçado na Rússia e Inglaterra. Ash’ar al-shi’r está em conformidade com o padrão de outras publicações de Hassun em sua ênfase no estilo literário como uma qualidade a ser cultivada para seu próprio bem, e não como um veículo para o proselitismo ou piedade pessoal. Não há colofão fornecendo detalhes sobre a publicação, mas notas ocasionais mencionando que ele completou rascunhos em 1869, continuando a residir na Inglaterra. O livro foi impresso em 1870 na Editora Americana em Beirute.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Editora American, Beirute

Idioma

Título no Idioma Original

أشعر الشعر

Tipo de Item

Descrição Física

136 páginas; 22 centímetros

Referências

  1. “Ḥassūn, Rizq Allah (1825−80)” in Julie Scott Meisami and Paul Starkey, editors, Encyclopedia of Arabic Literature (London: Routledge, 1998).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 16 de janeiro de 2015