As gerações das nações, ou os descendentes da humanidade

Descrição

Ṭabaqāt al-umam aw Al-salāʼil al-basharīyah (As gerações das nações, ou os descendentes da humanidade) é um ambicioso trabalho de etnografia e antropologia, tendo como objetivo descrever as sociedades humanas, tanto no seu desenvolvimento histórico quanto em suas características contemporâneas. O livro foi publicado em 1912 pela editora Hilāl do Cairo. Seu autor, Jirjī Zaydān, nasceu em Beirute, em 1861, e estudou medicina na Universidade Americana local. Mais tarde, completou sua educação literária e filosófica no Cairo, antes de voltar para o Líbano, onde estudou hebraico e sírio. Zaydān trabalhou como jornalista para os jornais Al-Muqtaṭaf e Al-Hilāl, e suas obras incluem livros sobre filosofia da linguagem e retórica árabe. No livro aqui apresentado, ele oferece uma visão geral das sociedades históricas e contemporâneas de todo o mundo. O livro é iniciado por capítulos sobre as eras geológicas da Terra, a origem do homem e as sociedades pré-históricas. Zaydān dedica vários capítulos à invenção da escrita e ao uso de diferentes sistemas de numeração em civilizações antigas. Os capítulos seguintes lidam rapidamente com as sociedades históricas e modernas, incluindo o Egito antigo, sumérios, acádios, mongóis, nativos americanos, maias, astecas e sociedades ocidentais modernas. Para cada uma dessas sociedades, Zaydān oferece uma visão geral de seus costumes, descobertas principais, crenças religiosas e filosóficas, além de produção literária.

Data de Criação

Informação da Publicação

Maṭbaʻat al-Hilāl, Cairo

Idioma

Título no Idioma Original

طبقات الأمم أو السلائل البشرية

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

286 páginas; 24 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 16 de janeiro de 2015