Coletânea de poesia de Ṣafī al-Dīn al-Ḥilli

Descrição

Os estudiosos consideram al-Hilli um dos principais poetas da era pós-clássica, isto é, do período que se segue à queda do Império Abássida, em 1258. Sua Diwan (Coletânea de poemas) está dividida em 12 capítulos, que abrangem uma grande variedade de pessoas e ocasiões e narram em versos episódios de suas viagens com o regente egípcio mameluco Qalāwūn (falecido em 1290), durante sua campanha rumo a Mardin, no leste da Anatólia. Os poemas são precedidos por uma nota autobiográfica em saj’ (prosa rimada). Al-Hilli foi reconhecido como mestre de todas as formas da poesia clássica e popular, além de teórico da prosódia e da história literária. A presente coletânea exibe a habilidade do poeta ao mobilizar várias formas poéticas e temas. A obra foi impressa em Beirute em 1892, com o apoio do escritor e jornalista libanês Nakhlah Qalfāṭ. Não se sabe quem editou o texto ou quais manuscritos foram usados em sua preparação; mas, parece provável que Qalfat, que havia sido um vendedor de livros, tenha financiado a publicação, tendo em vista a amplitude de seus interesses literários e sua apreciação ao humor e à sátira, já que muitos dos poemas dizem respeito aos prazeres da vida. A obra foi impressa na Editora al-Adab, que pertencia ao professor e autor Amin al-Khuri. Ela foi bem impressa, considerando a irregularidade das estrofes e a necessidade de grande cuidado com a pontuação das vogais.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Editora Al-Adab, Beirute

Idioma

Título no Idioma Original

ديوان صفي الدين الحلي

Tipo de Item

Descrição Física

528 páginas; 20 centímetros

Referências

  1. Khayr al-Din Al-Zirikli, Al-A’lam (Beirut: Dar al-‘Ilm lil-Malayin, 1980).
  2. Margaret Larkin, “Popular Poetry in the Post-Classical Period, 1150−1850,” in The Cambridge History of Arabic Literature (Cambridge: Cambridge University Press, 2006).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 21 de julho de 2014