Ensaios sobre a história da Guerra Civil entre 1917 e 1920

Descrição

Os Ensaios sobre a história da Guera Civil entre 1917 e 1920 são uma das primeiras histórias da guerra que se seguiu à Revolução Bolchevique de 1917. O livro foi escrito por Anatolii Anishev, pesquisador da Academia Político-Militar de Tolmachev, em Leningrado (atual São Petersburgo), e publicados em Leningrado em 1925. Na introdução, Anishev observa que os arquivos que serviriam como fonte relacionados à guerra estavam em péssimas condições e que quase nenhuma monografia sobre o assunto existia. Isto o forçou a se fiar em artigos publicados em revistas e jornais dos Russos Brancos, que eram parciais e pouco confiáveis. Muitos documentos produzidos pelos revolucionários também eram parciais e excessivamente otimistas. Em vista dessas limitações, Anishev afirma que seu objetivo é fornecer uma estrutura para que uma história de maior confiabilidade pudesse ser escrita no futuro. Ele se foca em salientar o que vê como os quatro principais estágios da revolução e do período subsequente. A primeira etapa, de outubro de 1917 a março de 1918, foi marcada pela derrubada bolchevique do governo, pela formação da ditadura do proletariado e pela assinatura do Tratado de Brest-Litovsk, que terminou a participação russa na Primeira Guerra Mundial. A segunda etapa, que vai de abril a maio de 1918, viu a emergência da contrarevolução no sul e a ofensiva da legião tchecoslovaca, que tomou do controle bolchevique grandes partes da Rússia. A terceira etapa, de junho a novembro de 1918, foi o ponto alto do comunismo de guerra, já que a aliança entre proletariado e campesinato lutava contra a contra-revolução e a fome começava a se espalhar nos povoados. Na quarta etapa, de novembro de 1918 à primavera de 1920, foi marcada pela luta do proletariado, em aliança com os serednyaks (camponeses de renda média) contra a contra-revolução liderada pelos proprietários de terras. A etapa final viu a eliminação dos três principais comandantes dos Russos Brancos: o Almirante Alexander Vasilyevich Kolchak, que estabeleceu um governo reacionário ditatorial na Sibéria e foi executado; e Nikolai Nikolayevich Yudenich e Anton Ivanovich Denikin, generais dos Russos Brancos que deixaram a Rússia e se exilaram. O livro está preservado na Biblioteca Histórica Pública do Estado da Rússia.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Editora do Governo

Idioma

Título no Idioma Original

Очерки истории гражданской войны 1917-1920 гг.

Tipo de Item

Descrição Física

288 páginas

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 14 de novembro de 2017