História do Afeganistão desde o período antigo até a deflagração da guerra em 1878

Descrição

História do Afeganistão desde o período antigo até a deflagração da guerra em 1878 é uma história política e militar do Afeganistão, publicada em Londres em 1879, pouco depois da eclosão da Segunda Guerra Anglo-Afegã (1878 a 1880). O autor, George Bruce Malleson, era um oficial do exército britânico e historiador militar que serviu na Índia e escreveu prolificamente sobre a história da Índia e do Afeganistão. O tema central do livro é a importância estratégica do Afeganistão para o Império Britânico, que servia como uma área de contenção da expansão russa em direção à Índia. Malleson explica por que o Afeganistão, um “país de rochas e pedras” e montanhoso, tem uma importância “muito além de seu valor territorial.” Após um capítulo de abertura sobre as características físicas do país e a composição étnica de sua população, Malleson narra a sucessão de dinastias e líderes ao longo dos séculos, desde o Império Gaznávida (977 a 1186) até o reinado de Dōst Moḥammad Khān (1826 a 1839 e 1842 a 1863). À medida que a narrativa se aproxima da época de Malleson, torna-se descaradamente nacionalista e partidária. O livro defende uma política forte em que a proteção da Índia contra possíveis ameaças russas deve suprimir os pontos de vista dos governantes afegãos independentistas. Malleson critica a política do primeiro-ministro William Gladstone e de Thomas Baring, Conde de Northbrook, vice-rei da Índia 1872 até 1876, por tentar seguir por meios diplomáticos acordos que teriam impedido a Segunda Guerra Anglo-Afegã. A obra foi traduzida para o pachto e publicada em Peshawar em 1930.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016