Harmonia Pastoral

Descrição

Quando jovem, o compositor, organista e copista Georgius (também conhecido como Jozef) Juraj Zrunek (1736 a 1789) se tornou membro da ordem franciscana, onde se destacou como professor de música. Trabalhou especialmente na atual Eslováquia, em Hlohovec, como organista, junto a Paulin Bajan (1721 a 1792), e em Žilina, com Edmund Pascha (1714 a 1772), também conhecido como Claudianus Ostern, um irmão franciscano que era compositor, poeta e organista. As atividades de Zrunek como compositor foram objeto de pesquisa, pois alguns de seus trabalhos foram anteriormente atribuídos a Pascha. Zrunek foi um importante criador de hinos e missas natalinas. Entre seus trabalhos, temos a Harmonia pastoralis (Harmonia Pastoral), um compêndio de três obras compostas na década de 1760, e aqui apresentamos a partitura que ele fez à mão. A composição mais famosa da Harmonia pastoralis é a Missa de Natal em Fá Maior para órgão, voz solo e coro, que combina, de maneira original, o texto em latim do Ordinário da Missa com inserções de origem popular da Eslováquia (correspondendo ao espírito da peça de natividade tradicional). A segunda missa deste volume foi escrita no mesmo estilo bilíngue. O terceiro trabalho é a antífona em latim Tota pulchra (Toda Bela Sois). A página de rosto de outro compêndio de Zrunek, Prosae Pastorales (Canções pastorais) conclui este volume, mas o resto da obra não está presente. Outro manuscrito da Biblioteca Nacional da Eslováquia que contém a Harmonia pastoralis, a Prosae Pastorales e outras composições de Zrunek também está na Biblioteca Digital Mundial.

Última Atualização: 3 de março de 2016