Mapa do país de Amur com indícios de pesquisas, rotas e horários, produzidos de 1850 a 1860

Descrição

Este mapa mostra a parte sul do Extremo Oriente Russo, incluindo a região do rio Amur e da ilha de Sakhalin. Ele mostra as rotas das expedições realizadas pelo governo russo nesta região em 1850-60, cada uma marcada por uma cor diferente, identificada na legenda no canto inferior esquerdo. Neste período, a Rússia conduziu explorações rigorosas e extensas ao Extremo Oriente para criar mapas, adquirir conhecimento sobre depósitos minerais, e para delimitar a fronteira com a China. A expedição chefiada por Gennadii Nevelskoi fez algumas das mais importantes descobertas, incluisive confirmando que o rio Amur era navegável ao longo de todo seu comprimento e de que Sakhalin é uma ilha. Em agosto de 1850, Nevelskoi fundou Nikolaevskii Post (atualmente Nikolaevsk-on-Amur), na cabeça do estuário do rio Amur, como um posto avançado na região do Pacífico. Conforme é descrito no mapa, o estreito entre o continente e a ilha de Sakhalin recebeu o nome de Nevelskoi (atualmente Estreito de Tartaro). O Amur é o rio mais longo no Extremo Oriente Russo e define a fronteira entre a Rússia e nordeste da China.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Irkutsk

Idioma

Título no Idioma Original

Karta Amurskoi Strany s Pokazaniem S"emok, Marshrutov i Opisei, Proizvedennykh s 1850 po 1860 god.

Outras Palavras-Chave

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa colorido à mão, 38 x 44 centímetros, em folha de 43 x 56 centímetros

Observações

  • Escala 1:4.200.000

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 28 de maio de 2015