Tratamento de nativos nas colônias alemãs

Descrição

Em preparação para a esperada conferência de paz após a Primeira Guerra Mundial, na primavera de 1917, o Ministério das Relações Exteriores britânico criou um departamento especial responsável pelo planejamento de informações de base que seriam usadas pelos delegados britânicos durante a conferência. Tratamento de nativos nas colônias alemãs é o Número 114 em uma série de mais de 160 estudos produzidos por este departamento, a maioria dos quais foi publicada após a conclusão da Conferência de Paz de Paris, em 1919. O estudo é composto por oito capítulos: I “O elemento oficial” (que abrange a política colonial alemã e a discussão sobre o assunto na Alemanha); II “Açoitamentos nas colônias alemãs”; III “Administração da justiça”; IV “Trabalho forçado”; V “Tratamento dos líderes”; VI “Acusações contra indivíduos” (breves relatos de 14 indivíduos acusados ​e em muitos casos condenados por atrocidades nas colônias alemãs); VII “Brutalidades no Sudoeste Africano”; e VIII “Levantes e rebeliões”. Referente ao último tópico, o estudo conclui: “Os inúmeros levantes ocorridos nas colônias alemãs fornecem o melhor comentário sobre os métodos alemães de administração. Tais levantes ocorreram por motivos variados, como expropriação das terras tribais, apreensão de gados separados para sacrifício, má administração da justiça, flagelações excessivas e severidade geral no tratamento, violação de direitos e costumes indígenas, flagelação de mulheres, trabalho forçado e recrutamento de nativos por meio de imposições forçadas, ou a combinação de todas essas causas; mas em todas as ocasiões tais casos foram abafados com uma barbaridade cruel que, se cometida por uma nação menos poderosa, teria gerado uma onda de indignação em todo o mundo civilizado.” As três principais revoltas discutidas são a Rebelião dos Hererós no Sudoeste Africano (atual Namíbia) e as rebeliões Bushiri e Maji Maji na África Oriental Alemã (agora parte da Tanzânia).

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

H.M. Stationery Office, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

Treatment of Natives in the German Colonies

Tipo de Item

Descrição Física

53 páginas; 22 centímetros

Observações

  • Da série: Manuais da Paz

Coleção

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 14 de novembro de 2017