Sumatra

Descrição

Em preparação para a esperada conferência de paz após a Primeira Guerra Mundial, na primavera de 1917, o Ministério das Relações Exteriores britânico criou um departamento especial responsável pelo planejamento de informações de base que seriam usadas pelos delegados britânicos durante a conferência. Sumatra é o Número 83 em uma série de mais de 160 estudos produzidos por este departamento, a maioria dos quais foi publicada após a conclusão da Conferência de Paz de Paris, em 1919. Parte da atual Indonésia, naquela época Sumatra era governada pelos Países Baixos como parte das Índias Orientais Holandesas. O livro trata de geografia política e física, história política, condições sociais e políticas, e condições econômicas.  A parte sobre história política trata da rivalidade pelo controle da ilha entre holandeses e ingleses e da Guerra de Achém, de 1873 a 1907, entre os holandeses e o Estado principesco de Achém, que resistiu ferozmente à submissão ao domínio estrangeiro. A discussão sobre as condições econômicas enfatiza a importância de valiosas plantações comerciais como coco, café, algodão, tabaco, borracha e especiarias. O capítulo prevê que a borracha tende a ser uma indústria cada vez mais importante, e observa que a “colheita de Sumatra de 1917 teve como principal destino a América, onde a demanda por borracha tem aumentado a um nível sem igual, principalmente devido ao grande desenvolvimento da indústria de carros a motor”.

Última Atualização: 11 de setembro de 2017