Senegal

Descrição

Em preparação para a esperada conferência de paz após a Primeira Guerra Mundial, na primavera de 1917, o Ministério das Relações Exteriores britânico criou um departamento especial responsável pelo planejamento de informações de base que seriam usadas pelos delegados britânicos durante a conferência. Senegal é o Número 102 em uma série de mais de 160 estudos produzidos por este departamento, a maioria dos quais foi publicada após a conclusão da Conferência de Paz de Paris, em 1919. Senegal foi uma das mais antigas e mais importantes colônias da África Francesa. A atividade francesa na costa africana, na foz do Rio Senegal, teve início em 1626, e a Companhia Real do Senegal iniciou a colonização no início do século XVIII. Por vezes, a colônia ficou sob o controle britânico, mas foi devolvida para a França em 1814. Com o decreto do governo francês de 18 de outubro de 1904, o Senegal tornou-se parte do governo-geral da África Ocidental. O livro trata de geografia política e física, história política, condições sociais e políticas, e condições econômicas. A seção que trata das condições políticas e sociais é muito breve e os tópicos sobre as condições religiosas, organizações militares e educação pública no Senegal são abordadas no Número 100 na série, África Ocidental Francesa. A população da colônia foi estimada em 1.259.920 (1916), constituídos pelos principais grupos étnicos Wolof, Peul (ou Pular ou Fulani) e Serer. A seção econômica destaca a importância do grande porto marítimo e comercial de Dakar, que também estava ligado por trem à cidade costeira de Saint Louis e seu porto. A agricultura foi a principal indústria da colônia e o amendoim o principal produto de exportação. O desmatamento e a desertificação estão listados como os desafios ambientais mais graves. A colônia tornou-se a independente República do Senegal em 1960.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

H.M. Stationery Office, Londres

Idioma

Tipo de Item

Descrição Física

53 páginas: tabelas; 22 centímetros

Observações

  • Da série: Manuais da Paz

Coleção

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 11 de setembro de 2017