(Papua) Nova Guiné Britânica

Descrição

Em preparação para a esperada conferência de paz após a Primeira Guerra Mundial, na primavera de 1917, o Ministério das Relações Exteriores britânico criou um departamento especial responsável pelo planejamento de informações de base que seriam usadas pelos delegados britânicos durante a conferência. (Papua) Nova Guiné Britânica é o Número 88 em uma série de mais de 160 estudos produzidos por este departamento, a maioria dos quais foi publicada após a conclusão da Conferência de Paz de Paris, em 1919. O livro trata de geografia política e física, história política, condições sociais e políticas, além de condições econômicas. Na véspera da Primeira Guerra Mundial, a soberania sobre a Nova Guiné foi compartilhada entre os holandeses, que controlavam a metade ocidental da ilha, os alemães, que tinham reivindicado a metade norte da parte oriental da ilha, e os britânicos, cuja colônia da coroa ocupava a terça parte no sudeste da ilha, ao longo do Estreito de Torres, da Austrália. A seção sobre história política narra como a Austrália, especialmente os governos de Nova Gales do Sul e Queensland, havia pressionado o relutante governo britânico para estabelecer um protetorado sobre todo ou parte do território da Nova Guiné não holandesa, um passo que foi finalmente tomado em 1884, em grande parte como resposta às preocupações relacionadas aos projetos alemães na ilha. O estudo estima a população de Nova Guiné Britânica entre 200.000 e 350.000, com a população indígena composta de povos papuas e melanésios. As principais indústrias incluíam mineração de ouro e agricultura de plantio, sendo copra (coco) e borracha as culturas mais importantes. Em 1905 o governo britânico passou a responsabilidade de administrar a Nova Guiné Britânica para a Austrália, e na Primeira Guerra Mundial as forças australianas ocuparam a Nova Guiné Alemã. Em seguida, a Austrália controlou toda a parte oeste da ilha mediante mandatos da Liga das Nações e das Nações Unidas, até que em 1975 o Estado de Papua Nova Guiné obteve total independência. A antiga Nova Guiné Holandesa é parte da Indonésia.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

H.M. Stationery Office, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

British New Guinea (Papua)

Tipo de Item

Descrição Física

73 páginas; tabelas; 22 centímetros

Observações

  • Da série: Manuais da Paz

Coleção

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 11 de setembro de 2017