Oferta para reis

Descrição

Tuḥfat al-mulūk (Oferta para reis) é uma coleção de máximas escrita por ordem de ʻAbd al-Rahman Khan (conhecido também como Abdur Rahman Khan), que governou o Afeganistão de 1880 a 1901. A obra consiste em uma introdução e 40 “capítulos” em miniatura, cada capítulo com um preceito moral para melhorar a vida religiosa, política e social. O capítulo um afirma: “Quatro coisas conduzem à preservação do reino: a proteção da religião e a preocupação com o seu bem-estar, um vizir de confiança, a salvaguarda determinada, [e] a salvaguarda de confiança”. Os capítulos seguintes usam a mesma estrutura de quatro partes: O capítulo três declara: “Quatro [classes de] coisas requerem outras quatro: governantes [requerem] vizires justos; guerreiros, armas; cavalos, o chicote; [e] lâmina, a bainha.” O quadragésimo e último capítulo afirma: “Quatro coisas formam a fonte de felicidade neste mundo e na vida futura: obedecer a Deus e [seu] Mensageiro, servir aos pais, respeito para com os homens doutos da religião, [e] caridade para com as criaturas de Deus.” Em seu assunto, Tuḥfat al-mulūk lembra o gênero “espelho para príncipes” da literatura islâmica e, assim, tem como tema os problemas da realeza, do governo e da justiça. A publicação dessa obra curta e inteiramente convencional foi provavelmente mais uma questão cerimonial para reconhecer o prestígio associado à sagacidade e aprendizagem tradicionais do que de conselhos práticos para o governador e seus súditos. O livro foi publicado na gráfica Dar al-Saltanah, em Cabul, no dia 27 de Ramadan em 1312 A.H. (24 de março de 1895). O autor, Gul Muhammad Khan Muhammadza'i Durrani, é conhecido por outras publicações literárias em persa que apareceram no mesmo período.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Dār al-Salṭanah, Cabul

Idioma

Título no Idioma Original

تحفة الملوک

Tipo de Item

Descrição Física

44 páginas; 13 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 15 de julho de 2016