A questão oriental na Europa e na Ásia

Descrição

No final do século XIX, a política europeia foi conturbada pelo que passou a se chamar de "Questão Oriental", o destino do Império Otomano, de 600 anos. Em outros tempos abrangendo a região central otomana da Anatólia (atual Turquia), a maior parte do Oriente Médio árabe e a Península Balcânica, em 1886 o império havia diminuído drasticamente como resultado de guerras com potências europeias, a Rússia em particular, e de revoltas das populações subjugadas. Este mapa de 1886, publicado em Londres, mostra o Império Turco composto sobretudo pela Albânia, Trácia, Creta, Anatólia e partes do mundo árabe, particularmente o atual Iraque e a Arábia Saudita. Ferrovias, estradas, telégrafos, desfiladeiros de montanhas e com suas alturas em pés (um pé = 30,5 centímetros), bem como os picos de cordilheiras — todas as características geográficas com implicações militares — são mostrados. As tabelas na parte inferior do mapa listam as principais religiões do mundo e seus números de adeptos, além dos principais estados com algum interesse na Questão Oriental e sua área territorial, população e tamanho de seus exércitos em tempos de paz e de guerra. Os estados abrangidos são o Reino Unido, a Áustria-Hungria, a Grécia, a Rússia, a Turquia, a China, a Índia (naquele tempo, parte do Império Britânico) e a Pérsia (atual Irã).

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Estabelecimento Geográfico Stanford, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

The Eastern question in Europe and Asia

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa: elaborado em linho, colorido; 42x68 centímetros

Observações

  • Escala de aproximadamente 1 polegada para cada 7.000.000 pés.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 20 de julho de 2015